Conselho de Turismo busca maior participação do trade turístico

08/04/2019
A escolha dos novos conselheiros será por eleição; edital está disponível no site da prefeitura

Compartilhe este artigo:

Com o intuito de aumentar a participação popular nas discussões que envolvem o turismo em Balneário Piçarras, a Secretaria de Turismo lançou o "Fórum: Conselho de Turismo", marcado para 17 de abril, às 16h30 no Centro Cultural Luiz Telles. O evento tem como objetivo eleger os novos conselheiros do Conselho de Turismo, através de eleição direta. Os interessados em se candidatar para compor o COMTUR deverão fazer a inscrição na hora do evento.


O Fórum tem o intuito de democratizar a participação da comunidade nas atividades da Secretaria de Turismo, através de discussões, fiscalizações e aprovações dos orçamentos anuais da pasta. "Os participantes do trade turístico local deverão fazer inscrição no início do fórum, preenchendo uma ficha padrão, e anexando os documentos solicitados no edital", explicou a Secretária de Turismo, Susan Corrêa. O edital está disponível no site da prefeitura, através do www.picarras.sc.gov.br.


Visando melhores resultados pelo conselho, a Secretaria de Turismo solicitou a alteração na lei 266/1996, aonde modifica a composição dos membros representantes do COMTUR. Ao todo serão 15 membros titulares e 15 suplentes, sendo 05 representantes governamentais indicados pelo poder executivo, 05 representantes da sociedade civil organizada e 05 representantes da iniciativa privada.


"Este é um momento muito especial para o turismo local, é o momento que será democratizado o acesso daqueles que quiserem contribuir com o desenvolvimento turístico da cidade, possibilitando a representação de todos os segmentos turísticos dentro do COMTUR. Considero que será essa diversidade de ideias e representações que ajudará a engrandecer ainda mais nossa cidade", expressou Susan.


Seguindo as orientações do Ministério do Turismo, o Conselho de Turismo de Balneário Piçarras passa a ser formado por 1/3 de representantes governamentais, 1/3 representantes da sociedade civil organizada e 1/3 representantes da iniciativa privada (trade turístico).

Compartilhe: