Saudável e com crescimento expressivo

14/03/2019
Por Renato Muniz, empresário - diretor da rede DNA Empório

Compartilhe este artigo:

Produtos e serviços para quem quer cuidar da saúde estão em franca expansão no país e movem um mercado bilionário. E Santa Catarina é um dos maiores mercados de alimentação saudável do país e onde nascem grandes negócios do setor.

Mesmo em meio à crise, ele continua crescendo sem qualquer abalo. No Brasil, é um dos mercados mais promissores. Segundo o estudo Alimentação Saudável, realizado pela Mintel, fornecedora global de pesquisa de mercado, 76% dos brasileiros afirmam que buscam ter uma alimentação saudável.

Um dos principais relatórios sobre tendências de consumo no mundo, o “Top 10 Consumer Trends for 2017”, da Euromonitor, afirma que 79% das pessoas substituem produtos da alimentação convencional por opções mais saudáveis.

Ainda segundo a Euromonitor, o Brasil é o quinto maior mercado de alimentos e bebidas saudáveis do mundo. Mercado este, que movimenta sozinho cerca de US$ 30 bilhões ao ano e tem expectativa de crescimento de aproximadamente 20% até 2020.

É uma tendência que veio para ficar. Um levantamento realizado pelo Datafolha em 2016, apontou que 56% dos estabelecimentos brasileiros com foco em alimentação, notaram que seus clientes estavam mais interessados no consumo de alimentos saudáveis.

Uma das principais razões apontadas para esse movimento é a mudança de status que ocorreu em relação a “ser saudável”. Hoje, frequentar uma academia ou controlar a alimentação, por exemplo, não é apenas uma questão estética, mas recomendação médica.

Quando se fala em alimentação saudável não se deixe enganar apenas por alimentos que sejam sem gordura, sem glúten, com poucas calorias, entre outros. Na verdade, uma alimentação saudável também engloba refeições frescas e leves, mesmo em exemplos como a feijoada, que pode ser consumida sem medo se for sem exageros e com ingredientes sem conservantes.

Passado o auge da recessão econômica, para 2019 a expectativa é ainda melhor que os últimos anos, cujo resultado beneficia toda cadeia produtiva da economia local e nacional.

Compartilhe: