Sebrae/SC dá inicio a Programa voltado para mulheres empreendedoras

01/08/2019
380 empresárias e potenciais empresárias catarinenses participaram de programa Sebrae Delas Mulher de Negócios

Compartilhe este artigo:

As mulheres selecionadas para o Circuito Empreendedorismo Feminino com Propósito do Sebrae Delas Mulher de Negócios iniciaram nesta semana os encontros do programa, que visa fortalecer empreendimentos liderados por elas. Nos dias 30 e 31 de julho e 1º de agosto, as empreendedoras se reuniram na sede do Sebrae/SC, em Florianópolis, para palestras e workshops de qualificação. No primeiro dia, a turma foi composta por candidatas e potenciais empresárias, no segundo por microempreendedoras individuais e no terceiro por empresárias de micro empresas e empresas de pequeno porte. Os eventos acontecerão quinzenalmente até novembro de 2020.

No lançamento do programa, em evento realizado em 11 de julho na Associação Catarinense de Medicina, o diretor técnico do Sebrae/SC, Luc Pinheiro, destacou que o Brasil está na 60ª posição do ranking de empreendedorismo feminino, de um total de 77 países, segundo GEDI 2015. “Pra nós do Sebrae é extremamente importante mudar esse cenário. As mulheres empreendedoras transformam a vida de suas famílias, transformam os espaços em que estão inseridas e isso é fantástico para um país que já está atrasado no seu desenvolvimento”.

Trabalhando sozinha e como home office em sua empresa de marketing digital, Eliza Flissak veio de Blumenau para acompanhar o primeiro encontro. A empresária busca no Sebrae Delas estruturar e direcionar seu negócio, além de criar relações profissionais com outras empreendedoras. “Trabalhar em casa é difícil porque não tem tanto contato com colega para trocar ideia. Aqui eu já pude perceber que não estou sozinha.”

O programa é baseado em três pilares, “Meu, eu, nós”, que são voltados para despertar e fortalecer a cultura empreendedora das mulheres. “O NÓS abrange todo o universo da comunidade feminina. Serão abordados temas como: empreendedorismo e empoderamento feminino, equidade de gênero, sororidade e networking. O EU envolve as questões particulares enquanto indivíduo, na conciliação da vida profissional e pessoal. Os assuntos trabalhados se estenderão entre a gestão de tempo, potencial criativo, inteligência emocional, autoconhecimento, autoconfiança e liderança. Por fim, o MEU diz respeito a questões empresariais particulares do negócio de cada uma

Divulgação: Fábrica Comunicação

Compartilhe: