Feira do Livro de Joinville é oficialmente cancelada

03/11/2020
Incertezas quanto ao formato virtual, programado para dezembro, levaram a coordenação do evento a focar em uma grande programação para 2021

Compartilhe este artigo:

Pela primeira vez desde 2003, a Feira do Livro de Joinville deixará de ser realizada. Originalmente programada para o período entre maio e junho, a 18ª edição sofreu seguidos adiamentos por causa das restrições impostas pela pandemia do Covid-19.

Por fim, decidiu-se por uma edição virtual entre os dias 4 a 7 de dezembro. Porém, as dificuldades técnicas e a incerteza quanto aos resultados levaram a coordenação a descartar esse formato para garantir a reconhecida qualidade do evento e a maior participação da comunidade escolar.

Assim, a edição de 2020 está oficialmente cancelada.

Sueli Brandão, diretora da Feira do Livro e presidente do Instituto da Cultura e Educação, lamenta os problemas gerados pela pandemia e o cancelamento desta edição, que vinha sendo elaborada desde o ano passado. Parte da programação já estava definida antes dos decretos de restrição, em março, incluindo alguns autores e 16 expositores confirmados.

Agora, com o evento oficialmente cancelado, Sueli está empenhada em preparar uma grande programação de retorno, em junho de 2021. A homenagem prevista ao Rio Grande do Sul, por meio de sua arte e suas tradições, está mantida.
“A Feira do Livro tem um compromisso de formar leitores e incentivar a leitura. O nosso cuidado é torná-la cada vez mais atraente, pois sentimos que estamos num momento de distanciamento do livro. Como diz Mário Quintana, ‘o mais triste é aquele que sabe ler e não lê’. Então, vamos buscar fazer em 2021 uma feira muito atraente, com novas atrações para toda a nossa cidade”, garante Sueli.

Contato para entrevistas: (47) 99972-2204 (Sueli Brandão)
Fotos: Nilson Bastian/divulgação


Fonte: Rubens Herbst - assessor de imprensa

Email: [email protected]

Compartilhe: