Prêmio Zayed de Sustentabilidade anuncia os 11 Vencedores ao redor do mundo durante a COP 28

Prêmio Zayed de Sustentabilidade anuncia os 11 Vencedores ao redor do mundo durante a COP 28

Projeto desenvolvido pelo Sebrae/SC traz como um dos benefícios o fomento às compras públicas que geram receita e renda dentro do município
Foi anunciado também o aumento do fundo total para US$ 5,9 milhões, visando impactar ainda mais pessoas nos próximos anos.

Prêmio Zayed de Sustentabilidade, prêmio global que reconhece a excelência em sustentabilidade, anunciou os 11 vencedores ao redor do mundo nas categoria de Saúde, Alimento, Energia, Água, Ação Climática e Escolas do Ensino Médio Global, ao prêmio total US$ 3,6 milhões, durante uma cerimônia realizada para a COP 28, que aconteceu no dia 01 de dezembro no UAE.

O Prêmio homenageia o legado do fundador dos EAU, Sheikh Zayed bin Sultan Al Nahyan, e há mais de 15 anos, através de seus 106 vencedores anteriores transformou a vida de mais de 380 milhões de pessoas em todo o mundo, recompensando pequenas e médias empresas, organizações sem fins lucrativos e escolas de ensino médio que abordam e solucionam desafios relacionados às categorias.

Durante a cerimônia de premiação, Sua Excelência, Dr. Sultan Ahmed Al Jaber, Ministro da Indústria e Tecnologia Avançada dos EAU, Diretor Geral do Prêmio Zayed de Sustentabilidade e Presidente do COP 28, anunciou ainda que o prêmio aumentou seu fundo para US$ 5,9 milhões.

Com um fundo maior, o Prêmio pode ampliar seu apoio a soluções inovadoras que impactam positivamente o meio ambiente e também melhoram o bem-estar e o desenvolvimento econômico das comunidades mais vulneráveis no mundo.

Os 11 grandes premiados

A categoria Ação Climática teve sua primeira premiação este ano e a vencedora foi a Kelp Blue, uma pequena e média empresa (PME) da Namíbia, que ganhou o Prêmio por seus esforços em cultivar florestas de algas em larga escala em águas profundas, contribuindo para a restauração da biodiversidade oceânica enquanto captura 100.000 toneladas de CO2 da atmosfera anualmente.

Na categoria Saúde, a doctor SHARE da Indonésia foi a premiada por seu trabalho pioneiro em levar acesso à saúde a áreas de difícil acesso, através de hospitais flutuantes montados em barcaças. Seu impacto é substancial, tendo tratado mais de 160.000 pacientes.

Na categoria Alimentação, a Gaza Urban and Peri-urban Agricultural Platform (GUAP) da Palestina, venceu por suas contribuições em apoiar um setor agrícola resiliente em Gaza. A organização sem fins lucrativos facilita o acesso a alimentos produzidos localmente, proporcionando emprego para 200 mulheres agricultoras e beneficiando mais de 7.000 pessoas.

Na categoria Energia, a Ignite Power, uma PME de Ruanda, foi a premiada por seus esforços transformadores em fornecer eletricidade acessível a comunidades remotas em toda a África Subsaariana. Suas soluções solares pay-as-you-go (pague conforme usar) fornecem eletricidade para 2,5 milhões de pessoas e evitam 600.000 toneladas de emissões de CO2. Além do acesso à energia limpa, a Ignite Power introduziu soluções de irrigação alimentadas por energia solar e gerou 3.500 empregos locais.

Na categoria Água, a Eau et Vie, uma organização sem fins lucrativos da França, ganhou por suas contribuições em garantir o acesso à água limpa em áreas de pobreza instalando torneiras em casas urbanas. Eles aumentaram o acesso à água para 52.000 pessoas em 27 comunidades em 10 cidades. Além disso, eles aumentaram a conscientização sobre práticas higiênicas para 66.000 indivíduos e reduziram o custo da água em 75%.

Na categoria de Escolas Globais de Ensino Médio, os vencedores foram o Colégio De Alto Rendimiento De La Libertad (Perú), representando as Américas; a Gwan Ibrahim Dan Haja Academy (Nigéria), representando a África Subsaariana; a International School (Marrocos), representando o Oriente Médio e Norte da África; o Northfleet Technology College (Reino Unido), representando a Europa e Ásia Central; o KORT Education Complex (Paquistão), representando a Ásia do Sul; e, finalmente, a Beijing High School No. 35 (China), representando a Ásia Oriental e Pacífico.

O Presidente do Júri e ex-Presidente da República da Islândia, Ólafur Ragnar Grímsson, disse: “Os vencedores deste ano demonstraram uma onda notável de engenhosidade em suas soluções para enfrentar desafios globais urgentes. Temos confiança de que esses vencedores vão catalisar mudanças substanciais e escaláveis em comunidades em todo o mundo, impulsionando-nos em direção a objetivos vitais de ação climática e forjando um caminho para um futuro sustentável para todos.”

Sobre o Prêmio Zayed de Sustentabilidade

O Prêmio Zayed de Sustentabilidade é um tributo ao legado do falecido fundador dos EAU, Sheikh Zayed bin Sultan Al Nahyan. O Prêmio visa impulsionar o desenvolvimento sustentável e a ação humanitária ao reconhecer e premiar organizações e escolas de ensino médio que estão entregando soluções sustentáveis inovadoras nas categorias de Saúde, Alimentação, Energia, Água, Ação Climática e Escolas Globais de Ensino Médio.

Por mais de 15 anos, através de seus 106 vencedores, o Prêmio impactou positivamente a vida de 384 milhões de pessoas em todo o mundo.

Relacionados
NEWSLETTER
Assine nossa newsletter para se manter atualizado.
plugins premium WordPress