Projeto cultural vai mapear cadeia produtiva de pratos germânicos em SC

Projeto cultural vai mapear cadeia produtiva de pratos germânicos em SC

Facebook
Twitter
LinkedIn
Projeto cultural vai mapear cadeia produtiva de pratos germânicos em SC

No ano em que se comemora o bicentenário da imigração alemã no Brasil, um projeto cultural nascido em Joinville vai mapear, passo a passo, o ciclo de preparação de pratos típicos da gastronomia de raízes germânicas em Santa Catarina.

Dez cidades com reconhecido processo de colonização alemã vão compor o projeto, que terá sua primeira escala em Joinville, já no final de janeiro.

Em cada município, dois pratos de diferentes estabelecimentos serão objeto do trabalho.

Toda a pesquisa será divulgada em um site próprio, além do lançamento de um livro (impresso e digital) contemplando histórias e curiosidades recolhidas entre os produtores.

À frente do projeto, intitulado “Gastronomia Identitária”, a Agência Cultural AqueleTrio, da produtora e musicista Marisa Toledo.

É a estreia da agência no campo da gastronomia – boa parte de sua experiência é voltada à área da música.

De acordo com a produtora, a receptividade dos empresários e profissionais do setor contatados até aqui foi excelente: “Para nós, isso só constata o quanto a gastronomia é identitária, trazendo consigo o senso de pertencimento de um lugar”.

Ao final, para Marisa, a expectativa é levar ao mercado e ao poder público um material que ajude a dimensionar o alcance cultural, econômico e turístico dos pratos com origem germânica.

“Essa é a maior relevância do projeto: a entrega gratuita à sociedade deste conteúdo integral”.

Assessoria de imprensa projeto “Gastronomia Identitária”.

Mercado de Comunicação.

Jornalistas responsáveis:

Guilherme Diefenthaeler / Ana Ribas Diefenthaeler.

Relacionados
NEWSLETTER
Assine nossa newsletter para se manter atualizado.
plugins premium WordPress