Balneário Camboriú,Unidades Básicas de Saúde,poliomielite,Secretaria da Saúde,paralisia flácida,Núcleos de Educação Infantil
Campanha de Vacinação contra a Poliomielite em Balneário Camboriú: Avanços e Desafios

Campanha de Vacinação contra a Poliomielite em Balneário Camboriú: Avanços e Desafios

Facebook
Twitter
LinkedIn
Balneário Camboriú,Unidades Básicas de Saúde,poliomielite,Secretaria da Saúde,paralisia flácida,Núcleos de Educação Infantil

Balanço da Vacinação no Dia D

No sábado, 8 de outubro, Balneário Camboriú realizou um esforço concentrado para vacinar crianças contra a poliomielite. Nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) da cidade, 379 crianças foram imunizadas: 375 receberam a vacina oral (VOP), conhecida como ‘gotinha’, e 4 receberam a dose injetável (VIP).

Desempenho da Campanha de Vacinação

Desde o início da campanha nacional de vacinação contra a poliomielite em 27 de maio, Balneário Camboriú conseguiu imunizar 1.636 crianças com a gotinha e 112 crianças com a vacina injetável. No entanto, esses números ainda estão aquém da meta de vacinar 95% das crianças de um a menores de cinco anos. Até agora, apenas 29,67% das 5.513 crianças dessa faixa etária foram imunizadas com a gotinha.

Esforços para Aumentar a Cobertura Vacinal

Para tentar alcançar a meta, a Secretaria da Saúde ampliou os horários de atendimento nas salas de vacina das UBSs desde o início de junho. Até sexta-feira, 14 de outubro, a imunização pode ser feita das 8h às 12h e das 13h30 às 19h. Na UBS Central, não há pausa para o almoço. Além disso, a vacinação com a gotinha começou a ocorrer também nos Núcleos de Educação Infantil, com autorização dos pais, desde a semana passada.

Importância da Vacinação contra a Poliomielite

A poliomielite é uma doença grave caracterizada por paralisia flácida, causada pelo poliovírus selvagem tipo 1, 2 ou 3. Desde 1994, a doença está eliminada no Brasil, mas a vacinação é essencial para prevenir a reintrodução do vírus. Crianças menores de um ano devem seguir o esquema primário de três doses da vacina inativa (VIP), enquanto crianças de um a quatro anos devem ser vacinadas indiscriminadamente com a vacina oral (VOP) desde que já tenham recebido o esquema primário.

Com a campanha de vacinação se aproximando do fim, é crucial que os pais aproveitem os horários ampliados e a vacinação nos Núcleos de Educação Infantil para garantir a imunização de seus filhos. A prevenção é a melhor forma de manter a poliomielite erradicada e proteger as futuras gerações.

Relacionados
NEWSLETTER
Assine nossa newsletter para se manter atualizado.
plugins premium WordPress