Águas de Bombinhas,Santa Catarina,Bombinhas,rio Tijucas,esgotamento sanitário
Bombinhas: forte investimento em infraestrutura de água e esgoto mantêm a cidade como a pérola de Santa Catarina

Bombinhas: forte investimento em infraestrutura de água e esgoto mantêm a cidade como a pérola de Santa Catarina

Facebook
Twitter
LinkedIn
Águas de Bombinhas,Santa Catarina,Bombinhas,rio Tijucas,esgotamento sanitário

Você já parou para pensar em toda a infraestrutura que existe para que a água chegue na sua torneira? O investimento feito pela Águas de Bombinhas em estrutura e tecnologia pode ser comparado há poucos já realizados em Santa Catarina.

A implantação do sistema de abastecimento pela concessionária (de 2016 até o último ano) supera os R$ 104 milhões, em obras que trouxeram um resultado único para a cidade – Bombinhas é independente em produção e distribuição de água.

Para buscar água bruta no rio Tijucas, há 28 quilômetros de distância, foram necessários equipamentos especiais e estudo específico da região. Essa e outras razões justificam os valores pagos pelos moradores na tarifa de água – o que se paga, na verdade, é o serviço oferecido.

Se fizermos uma comparação, uma garrafinha de 500ml de água custa aproximadamente 1 real, em supermercados. Ou seja, seriam dois reais por litro. Em Bombinhas, o valor pago na coleta e tratamento de água e esgotos é de apenas dois centavos por litro – um valor consideravelmente menor.

Conforme a presidente da Águas de Bombinhas, Reginalva Mureb, a tarifa é construída com base em uma série de fatores, o principal são os investimentos. “Bombinhas é uma cidade de pouco mais de 20 mil habitantes, mas a infraestrutura implantada aqui atende várias vezes a sua população nos momentos de pico, em alta temporada. A cidade conta com um sistema seguro e preparado para 35 anos, não é qualquer município que pode afirmar o mesmo. Além disso, independente do futuro, de quem estará atuando na cidade, toda a infraestrutura permanece na cidade, é do município e de seus moradores”, explica ela.

Outro fator constituinte da tarifa é o esgotamento sanitário. Parte de Bombinhas já conta com serviço de esgotamento que, em breve, será universalizado para toda a cidade. Realidade diferente para muitos brasileiros. Somente nesse novo sistema a concessionária vem investindo aproximadamente R$ 180 milhões.

Mais um ponto que merece destaque na construção da tarifa é o investimento tecnológico – um exemplo para municípios em Santa Catarina e no Brasil. Para se ter uma ideia, o índice de perdas de água em Bombinhas é muito menor do que a média nacional – no ano passado chegou à mínima de 12%, enquanto o cenário nacional é de cerca de 37%. Esses índices só são possíveis graças ao trabalho remoto automatizado realizado pela empresa, que atua 24 horas por dia com suas equipes.

Para Gabriel Fasola, o município de Bombinhas é referência em qualidade de vida para residentes e turistas, e para isso o saneamento da cidade deve acompanhar esse título. “A tarifa é reflexo de tal exigência e lugar de destaque que o município alcançou mediante os investimentos realizados” finaliza ele.

Águas de Bombinhas,Santa Catarina,Bombinhas,rio Tijucas,esgotamento sanitário

Relacionados
NEWSLETTER
Assine nossa newsletter para se manter atualizado.
plugins premium WordPress