Desfile das Costureiras e Costureiros é lançado oficialmente

Desfile das Costureiras e Costureiros é lançado oficialmente

Facebook
Twitter
LinkedIn

A comissão organizadora da 11ª edição do Desfile das Costureiras e Costureiros realizou na manhã desta terça-feira, 14 de maio, uma Coletiva de Imprensa e Café da Manhã de lançamento do evento 2024. Na oportunidade, foram recebidos na sede do Sindicato das Indústrias do Vestuário de Brusque, Botuverá, Guabiruba e Nova Trento (Sindivest) convidados e profissionais da imprensa regional.

O desfile acontece na sexta-feira (24), a partir das 19h,  no  Z Nobless, localizado na rodovia Antônio Heil, em Brusque (SC) e é alusivo ao Dia da Costureira e Costureiro, comemorado em 25 de maio.

Com o tema “Ilumine-se: você nasceu para brilhar”, o evento é promovido anualmente pelo Sindivest e pelo Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias do Vestuário de Brusque, Guabiruba e Botuverá (Sintrivest), e tem como parceiros a AmpeBr, Senai, Senac e Unifebe.

Para a presidente do Sindivest, Onésia Adriana Liotto, é uma alegria promover o evento, pois todos somos clientes dos profissionais da costura. “O sindicato patronal entende que é importante fomentar o setor. Especialmente para o desfile, temos a preocupação junto aos demais organizadores de escolher temas que tragam positividade e alegria, para iluminar essa profissão. Para este ano, o tema Ilumine-se traz justamente isso. É cada vez mais difícil conseguir mão de obra qualificada nesta área, que é bastante artesanal, mesmo com o aumento da tecnologia. Então, nosso objetivo é realmente colocar os holofotes para esses profissionais tão importantes para a cadeia têxtil”, destaca.

A  presidente do Sintrivest, Marli Leandro, concorda e explica que o formato do desfile deste ano permanece o mesmo das edições anteriores, porém o local é uma novidade. “É a primeira vez que faremos no Z Nobless. Nesta edição, teremos um misto de produções e acreditamos que teremos bastante brilho na passarela por conta do tema. Temos várias empresas participando, onde as costureiras inscritas vão desfilar looks que elas produzem no seu dia a dia. Também teremos looks produzidos dentro das entidades parceiras e looks feitos pelas próprias costureiras, que se inscreveram individualmente. Estamos na expectativa que será um evento muito bacana para todos os participantes e seus convidados”, ressalta.

Para o supervisor de aprendizagem do Senai, Cleber Lanna, é um privilégio para a entidade representar a indústria neste projeto. “No Senai toda a parte de desenho dos looks é realizada pelo setor de aprendizagem dos jovens e os cursos técnicos fazem a parte de montagem e costura em si. A área de qualificação de costuras também vai fazer parte do projeto. Então, todos os cursos estarão envolvidos, desde a aprendizagem até os técnicos”, conta ele.

A coordenadora Educacional do Senac, Sandra Ponchielli Tavares, destaca a importância da parceria para a realização do desfile. “Esta parceria já vem há alguns anos com a participação dos nossos alunos e não poderíamos deixar de participar da 11ª edição  neste ano. Os desenhos foram realizados pela nossa coordenadora e aprovados pelos costureiros e costureiras que irão desfilar. Eles mesmos estão confeccionando os trajes dentro do tema, que terá muito brilho e glamour na passarela”, comenta.

Assim como no Senai e Senac, na Unifebe também são os alunos que colocam a mão na massa para apresentar os looks na passarela, como explica a coordenadora do Curso de Design de Moda, Jô Rosa. “Nós temos o Composé, que é o nosso escritório de moda e vestuário, onde temos duas professoras que coordenam e são elas que tocam o projeto. Quando o convite para participar chega para a gente, nós repassamos para os alunos do curso. Então, aqueles que trabalham como costureiros se inscrevem. Depois da escolha do tema, nós elaboramos a cartela de cores utilizada, com base nas tendências para o inverno. Vamos usar terracota, preto, marrom, vermelho e cereja. Os looks então foram montados e escolhemos os tecidos para a confecção. Na sequência, fizemos toda a produção de moda, fotos e por fim eles vão apresentar as criações na passarela. É um projeto muito legal, pois tem como objetivo a valorização da profissão das costureiras e costureiros”, finaliza.

Por conta da realização da 66ª Pronegócio, a Ampebr não participou da Coletiva de Imprensa, mas também terá looks na passarela da 11ª edição do Desfile das Costureiras e Costureiros.

Relacionados
NEWSLETTER
Assine nossa newsletter para se manter atualizado.
plugins premium WordPress