Dores Emocionais da Criança Ferida

Dores Emocionais da Criança Ferida

Facebook
Twitter
LinkedIn

Tudo o que acontece na Infância , não fica na Infância. É só você parar um pouquinho e observar. Suas e as respostas daqueles que convivem com você. Há expressões infantis em muitas das conversas entre adultos. Primeiro vamos falar de TRAUMA infantil . Trauma é um fato que aconteceu com uma criança, que em processo cognitivo, paralisa-o qual fotografia tirada, pela falta de compreensão.
Como chegar em meu consultório pessoas com as seguintes demandas “Não sei o que acontece comigo, trabalho, trabalho…faço tudo por todo o mundo e não sou reconhecido” ou, “As vezes penso que sou invisível”.
Com certeza na infância destas pessoas, houve um trauma que lhes feriu a DOR do DESAMPARO. Sim, uma criança quando não for atendida em sua necessidade, repetidas vezes, será instalada uma Ferida Emocional , neste caso o DOR será do DESAMPARO. Um exemplo básico, é quando a criança cai e começa a chorar. A mãe ou pai, dizem a esta criança “Levanta. Não seja mole… nem machucou tanto assim”. Esta Dor provoca uma sensação de que uma criança não é importante para o cuidador adulto. E, veja bem, estamos falando do que a criança sente exposta quando ao Desamparo de seus cuidadores. Não estamos falando da intenção do adulto cuidador . Porque a emoção, resposta imediata do sentimento, é o que fará com que aconteça um trauma. Existem alguns sintomas da DOR do DESAMPARO no adulto, que a identificam. São eles, a SOBRECARGA – quem está sobrecarregado não está tendo tempo para atender as necessidades de si mesmo. E sua fala será “Estou sobrecarregado, não posso parar, não posso desistir, porque sou eu para tudo”. Também, aquela pessoa que FAZ TUDO PELO OUTRO, MENOS PARA SI e sua fala é “Eu cuido de todo mundo, mas ninguém cuida de mim”. Estes são apenas dois exemplos característicos de quem sofre da DOR do DESAMPARO. A cura existe, e é exatamente ATRAVESSANDO a dor que sairemos curados. E os movimentos desta cura, você poderá aprender e realizar em encontros terapêuticos semanais. Existem uma variedade de dores emocionais, suas formas, sintomas no adulto e aprendizado que elas nos trazem. A DOR do DESAMPARO nos trás o aprendizado da empatia, do amparo, da prosperidade. Do olhar para sua criança, como criança, fazendo-a pensar sobre o Valor que você tem, ante o DESVALOR que ela criou. Neste embalo, nossa criança mais nosso adulto, resultará em um adulto curado. Então, mãos à obra!

autoria

Cida Zanetti Psicoterapeuta

atendimento: Itajaí e região: 47 98814-7921

Insta: @cidazanettipsico

 

Relacionados
NEWSLETTER
Assine nossa newsletter para se manter atualizado.
plugins premium WordPress