ecobarreiras,Rio Camboriú,Camboriú,fauna aquática
Projeto de Instalação de Ecobarreiras em Camboriú é Aprovado pela Câmara de Vereadores

Projeto de Instalação de Ecobarreiras em Camboriú é Aprovado pela Câmara de Vereadores

Facebook
Twitter
LinkedIn
ecobarreiras,Rio Camboriú,Camboriú,fauna aquática

Aprovação do Projeto de Lei nº 70/2023 e Objetivos das Ecobarreiras

Na sessão de quinta-feira, dia 21, os vereadores de Camboriú aprovaram o projeto de lei nº 70/2023, proposto pelo vereador John Lenon Teodoro. Este projeto de lei visa a instalação de ecobarreiras ao longo do rio Camboriú, com o principal objetivo de coletar e conter resíduos sólidos flutuantes. A proposta foi amplamente discutida, e o vereador Teodoro argumentou que a implementação das ecobarreiras é crucial para a preservação do ecossistema fluvial, bem como para a prevenção de enchentes e alagamentos na região.

As ecobarreiras são dispositivos instalados transversalmente em cursos d’água, projetados para interceptar e reter resíduos sólidos flutuantes. Elas são compostas por uma série de barreiras físicas, geralmente feitas de materiais como polietileno de alta densidade (PEAD) ou aço galvanizado, que são duráveis e resistentes às condições ambientais adversas. Esses materiais são escolhidos por sua capacidade de suportar variações climáticas e a exposição prolongada à água, garantindo a eficácia das ecobarreiras por longos períodos.

O funcionamento das ecobarreiras é relativamente simples, mas eficaz. Elas são ancoradas no leito do rio e estendem-se até a superfície da água, criando uma barreira que impede a passagem de resíduos sólidos enquanto permite que a água continue fluindo. Os resíduos acumulados nas ecobarreiras são periodicamente removidos por equipes especializadas, garantindo que não haja acúmulo excessivo que possa comprometer a funcionalidade das barreiras.

Os benefícios esperados com a instalação das ecobarreiras são significativos. Em termos de redução de poluição, as ecobarreiras atuam como filtros que impedem que resíduos sólidos cheguem ao mar, contribuindo para a limpeza e a saúde dos ecossistemas aquáticos. Além disso, ao prevenir o acúmulo de detritos no leito do rio, as ecobarreiras ajudam a manter a capacidade de escoamento dos rios, reduzindo o risco de enchentes e alagamentos nas áreas adjacentes. Este fator é especialmente importante para a proteção de comunidades ribeirinhas e a preservação de infraestruturas urbanas.

Outras Propostas para a Preservação do Rio Camboriú

Durante a mesma sessão em que o projeto de instalação de ecobarreiras foi aprovado, o vereador John Lenon Teodoro apresentou outras propostas voltadas para a preservação do Rio Camboriú. Entre essas propostas, destacam-se a solicitação de desassoreamento do rio e a implementação de um programa municipal de preservação do rio.

O desassoreamento do Rio Camboriú é uma medida que envolve a remoção de sedimentos acumulados no leito do rio. A prática de desassoreamento tem múltiplos benefícios: primeiramente, ela ajuda a prevenir enchentes, uma vez que a capacidade do rio de escoar grandes volumes de água é restabelecida. Além disso, a remoção de sedimentos melhora a qualidade da água, já que diminui a turbidez e reduz a quantidade de poluentes e nutrientes em excesso, que podem causar proliferação de algas e outros problemas ambientais.

Outra proposta relevante é a implementação de um programa municipal de preservação do rio, que incluiria diversas ações coordenadas. A proteção das nascentes é uma dessas ações primordiais, pois as nascentes são fontes de água limpa e ajudam a manter o fluxo contínuo do rio. Preservar essas áreas é essencial para garantir a sustentabilidade do ecossistema aquático.

Além disso, a limpeza das margens do Rio Camboriú é outra ação proposta que pode trazer grandes benefícios ambientais. A remoção de lixo e resíduos acumulados nas margens não só melhora o aspecto visual da área, mas também previne a contaminação da água e a morte de fauna aquática. A desocupação das margens, por sua vez, é uma medida que visa evitar a construção irregular e a degradação das áreas ripárias, que são cruciais para a biodiversidade local e para a proteção contra a erosão.

Em conjunto, essas medidas propostas pelo vereador John Lenon Teodoro têm o potencial de promover uma significativa melhora na preservação do Rio Camboriú. A combinação de desassoreamento, proteção das nascentes, limpeza e desocupação das margens são estratégias integradas que, quando implementadas de maneira eficaz, podem gerar um impacto ambiental positivo e duradouro para a região.

Relacionados
NEWSLETTER
Assine nossa newsletter para se manter atualizado.
plugins premium WordPress