Artista abre o coração, conta um pouco da sua carreira e revela seus projetos para o futuro

Artista abre o coração, conta um pouco da sua carreira e revela seus projetos para o futuro

Facebook
Twitter
LinkedIn
Exclusivo

Artista abre o coração, conta um pouco da sua carreira e revela seus projetos para o futuro

23/10/2023
Exclusivo
     Gabriel Pacheco é Produtor e Curador Musical, Dj, Relações Públicas, Empresário e Artista com assinatura em diversas playlists, tem presença há anos em casamentos, festas em geral, festivais dentre outros.

   Em uma entrevista para lá de descontraída, o produtor musical, abriu o coração e falou da sua carreira profissional, tendências do mercado no segmento e quais as suas perspectivas para o futuro.

Como e quando surgiu a sua história de amor pela música? O que mais o motivou a ingressar na área e motiva até hoje?

R: Esse amor pela música surgiu quando eu ainda tinha 12 anos de idade, era uma época em que o cenário da música eletrônica estava forte, grandes artistas e djs rodavam o mundo se apresentando em shows e festivais e eu era muito encantado com tudo aquilo. Na minha cabeça, aquilo era uma realidade, vamos dizer, bem distante, meio fantasia até, mas tinha alguns pontos que me chamavam muito a atenção. As pessoas dançavam, era felizes, sabiam mesmo aproveitar e tornar aqueles momentos únicos. Essa era uma das sensações que me trazia quando via este tipo de conteúdo ou até mesmo ouvia as músicas naquela época.

– A música mexe muito com a nossa vida e convive com a gente todos os dias, desde quando acordamos até a hora de dormir. Naquela época então eu já pensava, será que eu consigo transmitir felicidade, alegria, bons momentos também para as pessoas? Da mesma forma, que eu me sentia bem ouvindo certo álbum ou certa trilha, as pessoas também podem, e como eu faço isso? Qual o caminho? Foi então que começou o interesse na produção musical. E o que me motiva até hoje a permanecer nessa caminhada, são as pessoas sentindo um bem-estar, uma autoestima elevada, sorrindo, dançando e vibrando cada vez mais de forma positiva, quando escutam algo que eu propus fazer com muito amor.

Você tem uma empresa de curadoria, quais são os principais trabalhos que você faz nesse sentido, público-alvo?

R:  Eu digo que a curadoria musical é essencial quando se trata de experiência sensorial. Do que adianta um restaurante ter um bom menu, um bom atendimento, um bom ambiente, mas não tem um acessório chave que é a música. Sempre falo aos meus clientes que desejam entregar experiência e hospitalidade em seus serviços. A música também é um ponto fundamental deste pacote quando falamos do marketing sensorial. Isso torna o ambiente muito mais aconchegante e receptivo. Hoje comigo estão o Restaurante Watanabe do Chef Denis Watanabe, Kazuo Asian Cuisine e Emy, ambos do Chef Kazuo Harada, também as unidades do Salão 1838 que estão no Jardins e as unidades do salão MGET.

–  Sempre foquei nos estabelecimentos que atendem um público-alvo do Itaim Bibi, Jardins. São lugares que se preocupam com excelência a entrega de seus serviços para os consumidores da região.

Quais são as suas principais produções?

R:  Em 2020, eu lancei em parceria um remix de uma música chamada Keep On Rising que foi um hit nos anos 2000. Atualmente ando trabalhando em novos lançamentos, inclusive um álbum!

Como produtor musical quais têm sido os eventos nos quais você tem tocado mais e qual a sua análise do segmento no mercado pós-pandemia?

R: Nestes últimos tempos, toquei muito em eventos corporativos e casamentos, adoro casar as pessoas! Já tive a oportunidade de tocar em vários clubs e bares renomados em São Paulo e festas de Réveillon pelo Litoral Norte de São Paulo. Creio que o mercado deu uma bela sacudida pós-pandemia. Muitos eventos aconteceram em curtos períodos, até pela proposta de recuperar o prejuízo que a pandemia nos trouxe.

 Com base em todas as frentes de trabalho nas quais você atua, qual a sua avaliação do ano de 2023 em matéria de resultados? Quais as suas perspectivas para de ano de 2024?

R:  Neste ano de 2023, eu decidi dar uma atenção maior na Produção Musical que foi um dos motivos de mergulhar de cabeça nesse mundo. Então, resolvi passar maior tempo em estúdio, produzindo músicas para começarmos 2024 com o pé direito. Tenho a perspectiva de ano que vem estar mais presente nos ouvidos das pessoas. Colocar as músicas feitas com amor para girar e levar essa energia com shows e apresentações mundo a fora.

Quais as suas redes sociais para que as pessoas conheçam mais sobre os seus trabalhos?

R: Vocês podem seguir meu trabalho no Instagram pelo @gapachecobr e ouvir alguns dos meus trabalhos no soundcloud.com/listentopache.

– Já anotem meu Spotify PACHE,  pois 2024 chegará recheado de músicas novas e boas para todos.

 

 

Foto: divulgação

Relacionados
NEWSLETTER
Assine nossa newsletter para se manter atualizado.
plugins premium WordPress