Balneário Camboriú divulga boletim da dengue e ações de enfrentamento à doença

Balneário Camboriú divulga boletim da dengue e ações de enfrentamento à doença

Facebook
Twitter
LinkedIn

A cidade de Balneário Camboriú registra 165 casos de dengue desde o início do ano, segundo o último boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria de Saúde. Até o dia 1º de março, foram notificados 1352 casos suspeitos da doença. Desses, 783 já foram descartados e outros 404 exames aguardam resultados. Dos casos confirmados, 72 são autóctones – aqueles contraídos no próprio município –, oito são importados de outras cidades, 62 são indeterminados e 23 estão sob investigação.

Para o enfrentamento da doença e como estratégia de prevenção, a Prefeitura abriu o Centro de Referência para Dengue, que já está recebendo os primeiros pacientes desde a última quinta-feira (29). O espaço, localizado no antigo Pronto Socorro do Hospital Ruth Cardoso, recebe exclusivamente pessoas com sintomas da doença e que sejam moradores de Balneário Camboriú. O horário de funcionamento é de segunda a sexta-feira entre 7h e 19h.

O objetivo da Secretaria de Saúde é diminuir a procura na UPA do bairro das Nações, no PA da Barra e ainda no próprio hospital, que enfrenta superlotação por conta de outras enfermidades e, por atender moradores de outras cidades. O serviço de telemedicina, através do 0800 888 6556, também segue como opção para os casos leves e permite que o paciente seja atendido em casa, sem a necessidade de deslocamento.

Outra ação de prevenção foi a compra de 17 mil repelentes, que serão entregues inicialmente a gestantes, idosos e pessoas com comorbidades, pelas equipes da Estratégia Saúde da Família. A entrega deve começar já nos próximos dias.

A prefeitura de Balneário Camboriú também lançou edital para a contratação temporária de novos agentes de combate a endemias, reforçando assim o trabalho de prevenção em toda a cidade.

Por fim, semanalmente estão sendo realizados mutirões de limpeza em toda a cidade. Os bairros da Barra e Municípios já receberam a ação, visando identificar e eliminar os focos do mosquito Aedes aegypti.

Relacionados
NEWSLETTER
Assine nossa newsletter para se manter atualizado.
plugins premium WordPress