Três prédios gigantes vão render cerca de R$ 6 milhões para Joinville

Três prédios gigantes vão render cerca de R$ 6 milhões para Joinville

Facebook
Twitter
LinkedIn
Três prédios gigantes vão render cerca de R$ 6 milhões para Joinville

Os edifícios Opera, Soul e Amaluna, os três prédios que estão sendo construídos em Joinville entraram na lista dos maiores da cidade, por vários motivos.

Seja pela altura ou como grande fonte de arrecadação ao município, os imóveis chamam a atenção por seus números.

A Prefeitura arrecadou cerca de R$6 milhões com as outorgas das três construções.

Em 2029, uma mudança na Lei possibilitou que os lançamentos do mercado imobiliário ampliassem não somente a oferta de unidades, mas também a altura dos prédios em Joinville.

Apoiada na evolução das tecnologias construtivas, a Halsten foi a primeira incorporadora a elevar suas torres – tanto em metros lineares quanto em número de pavimentos –, alterando o cenário urbano e inserindo novos nomes à lista dos edifícios mais altos da cidade.

Segundo Joel Zonta, CEO da Halsten, será cada vez mais comum ver em Joinville prédios com 30 pavimentos. “Joinville está passando por um movimento de verticalização planejada, possibilitando gerar uma centralidade urbana que traz benefícios para a gestão pública e para a população.

Em resumo, a centralidade urbana e a verticalização geram benefícios como a otimização do uso do espaço, redução de deslocamentos, estímulo à economia local, preservação ambiental e eficiência energética”, destaca.

Os três prédios, com 30 e 29 andares, quase o dobro do que foi construído até então na cidade, são residenciais e estão em endereços tradicionais do Atiradores e Centro, nas ruas Leopoldo Fischer, Otto Boehm e Conselheiro Mafra.

Além da localização em bairros nobres, os três terrenos também passaram por uma avaliação das posições solares e possuem uma amplitude maior em relação aos demais prédios da região para que todos os apartamentos tenham privilégio solar e de ventilação”, destaca Zonta.

Confira detalhes de cada projeto:

Opera

O projeto possui mais de 120 metros de altura, 30 andares e 47 apartamentos. Alguns apartamentos terão até vista para a Baía Babitonga.

Possui unidades de 199 m² e 261 m², além de dois duplex com 434 m² e uma cobertura com 431 m².

Previsão de entrega dezembro de 2024.

Soul

O empreendimento tem 29 andares e possui como diferencial o salão de festas, academia e a piscina na rooftop. Possui unidades de 139m² a 161m² e a previsão de entrega é 2025.

Amaluna

Com um valor geral de vendas de aproximadamente 140 milhões, o Amaluna é um empreendimento residencial, de 29 pavimentos e mais de 22.000m2 de obra.

Localizado na rua Otto Boehm, no Centro da cidade, o prédio será o primeiro de Santa Catarina a ter uma academia com equipamentos da Adidas e contará também com sala gamer, pet care e grab and go. Previsão de entrega 2026.

Fonte: Mariana Woj

 

Relacionados
NEWSLETTER
Assine nossa newsletter para se manter atualizado.
plugins premium WordPress